quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Jovem morre após ser baleado e bater veículo em poste em Frutal


Camilla ÁvilaDo G1 Triângulo Mineiro
Um jovem de 23 anos morreu após ser baleado e bater o veículo que conduzia em um poste e em uma árvore no Bairro Nossa Senhora Aparecida, em Frutal. O caso ocorreu na madrugada desta terça-feira (17). Ninguém foi preso até o momento.
Segundo a Polícia Militar (PM), testemunhas relataram que ouviram barulhos de uma motocicleta e disparos de arma de fogo. Em seguida, um outro barulho como se fosse de um veículo batendo em algo. A vítima foi encontrada pelos populares desacordada no interior do veículo. O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou que o condutor encontrava-se sem os sinais vitais no banco do passageiro.
A perícia da Polícia Civil compareceu ao local. A causa da morte será determinada pelo médico legista.



Imagem: internet

Trio é preso na BR-365 em Uberlândia após roubar caminhonete em GO


Do G1 Triângulo Mineiro
Três homens, de idades não divulgadas, foram presos na manhã desta terça-feira (17) no posto da Policia Rodoviária Federal da BR-365 em Uberlândia após roubarem uma caminhonete com defensivos agrícolas em Itumbiara(GO).
Segundo informações da polícia, dois deles foram detidos após abordagem de rotina no local, quando foi encontrada uma pistola num fundo falso do veículo em que estavam. De acordo a polícia, no momento da prisão,  chegou até o posto a informação sobre o roubo do veículo em Goiás.  Os dois detidos confessaram o crime e contaram que havia um terceiro envolvido.  Ele foi detido pelos policiais quando voltava pela rodovia para encontrar os comparsas.
Ainda conforme a PRF,  o homem relatou que havia deixado a caminhonete próximo a um hospital no Bairro Copacabana, em Uberlândia , e levou os policiais até um local na zona rural onde havia abandonado os defensivos agrícolas.
A vítima, que foi levada pela Polícia Militar de Centralinaaté o posto da PRF em Uberlândia para reconhecer os criminosos,  relatou que foi abordada pelos assaltantes no cruzamento da BR-153 com a BR-452. O trio levou a caminhonete, dinheiro e amarrou a vítima em um canavial. Além do veículo e da carga, foram recuperados mais de R$ 1 mil.
A PRF informou ainda que um dos envolvidos está em liberdade condicional e o outro cumpre pena em regime semiaberto em Uberlândia.  Os três foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.


Corregedoria do TJ investiga juíza da Vara da Infância de Monte Carmelo

Do G1 Triângulo Mineiro
video

Magistrada é acusada de desobedecer trâmites em processos de adoção.
Em nota, Amagis reafirma a confiança na atuação da juíza
    A Corregedoria Geral do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) instaurou processo disciplinar para investigar denúncias contra a juíza de Monte Carmelo, Tainá Silveira Cruvinel, responsável pela 1ª Vara da comarca da cidade e Vara da Infância e Juventude desde 2014.
O processo corre em segredo de Justiça. Durante audiência nesta terça-feira (17), dez pessoas  foram ouvidas no Fórum Tito Fulgêncio. A primeira parte ocorreu durante a manhã e foram feitas as oitivas de três testemunhas. Sete pessoas foram ouvidas no período da tarde.
Antes da publicação desta reportagem, o G1 procurou a juíza e um representante legal no Fórum, porém a secretária informou que não haveria ninguém disponível para falar sobre o assunto, uma vez que estão empenhados na audiência. A ligação não foi transferida para o gabinete da juíza. 
Por meio de seu Departamento Jurídico, a Associação dos Magistrados Mineiros (Amagis) também participa da audiência desta terça . Em nota à TV Integração, a Amagis informou que está em Monte Carmelo para sustentar a defesa e reafirmar a confiança na atuação da Juíza Tainá Silveira. "A magistrada é uma profissional dedicada e cumpridora da Constituição e das leis e não há em sua conduta e toda a trajetória profissional, como ficará provado, quaisquer atos que desabonem sua atuação ou que sejam motivo de reparo pelo Tribunal de Justiça de Minas, Corregedoria de Justiça ou Conselho Nacional de Justiça. Sempre pautamos nossas ações pelo diálogo e o respeito mútuo, mas repudiamos atitudes que buscam desvalorizar e desqualificar o trabalho sério e vocacionado dos juízes e juízas de Minas Gerais", diz trecho da nota.
Ainda conforme outro trecho da nota da Amis, ao exercer seu direito constitucional de defesa, a juíza confirmará a correção de sua atuação judicante em favor da paz social.
A representação administrativa contra a juíza foi ajuizada há pelo menos um ano pela Ordem dos Advogados do Brasil de Minas Gerais (OAB-MG) e pela OAB Monte Carmelo, que passou a receber e documentar várias reclamações partindo de advogados e da população.
Entre as denúncias, a Corregedoria apura o fato de a juíza desobedecer aos trâmites legais em processos de adoção, além de agressões e constrangimentos cometidos contra advogados do município.
Conforme informações da subseção da OAB em Monte Carmelo, a juíza chegou a ser ré de ação de suspeição em mais de 3 mil processos, ou seja, ela não pode mais julgar estes processos, o que acaba dificultando e atrasando os trâmites dos mesmos, visto que Monte Carmelo só tem dois juízes.







domingo, 8 de janeiro de 2017

Dupla de estelionatários dá golpe em supermercado do Prata

video
Vídeo da dupla agindo no Supermercado da Cooprata
Esse indivíduo foi preso no Prata há alguns dias, por estelionato ao tentar dar golpe com cheque na Cooperativa. Pagou fiança e está na rua. Deu golpe em Planura e Frutal. Fiquem atentos e repassem para outras pessoas e grupos da região.
Ele anda em um Monza vinho placa de Uberlândia.
Utiliza também cartões de crédito clonados.                      
Cheque e documento usado pela dupla

Bandidos roubam carreta na MGC-497 e fazem caminhoneiro refém

Equipe de policiais
Referente a ocorrência da MGC 497, roubo consumado de veículo automotor, guarnição Tática Rodoviária, durante patrulhamento pela referida rodovia, por volta das 23:15, deparou com o sr Armindo, motorista da carreta, que narrou aos militares que acabara de sair de um cativeiro onde fora mantido desde as 18:00 horas, sob a mira de um revólver.Tendo os autores lhe roubado a carreta e cavalo mecânico carregada com fertilizantes. A guarnição colocou a vítima na viatura e se deslocaram até o local onde o sr Armindo ficara sob ameaça de um dos perpetradores. Chegando ao local, os militares depararam com o indivíduo João Victor, que não ofereceu resistência, sendo preso. Através desse indivíduo preso, fomos realizando diligências até culminar na prisão de outros quatro envolvidos, recuperação da carreta que já se encontrava na cidade de Itumbiara/GO. O cavalo mecânico havia sido deixado em uma fazenda na proximidades do Km 50 da BR 153. No local foi localizado ainda um veiculo gol, placa ONS8486, roubado na cidade de Rio Verde em Goiás, além de um transformador a óleo ainda sem identificação de procedência. Foi apreendido um revólver calibre .38 com tres munições intactas, uma picotada e uma deflagrada, um punhal, além do veiculo que os meliantes utilizaram na tentativa do resgate ao indivíduo João Victor. Autores encaminhados a delegacia da cidade do Prata. Após mais de 12 horas de intensas diligências, as equipes lograram êxito em recuperar todos os bens e prender todos os envolvidos na ação.

Polícia prende autores de roubo/assalto em Prata

Dupla presa
Vítimas relataram que estavam em uma lanchonete denominada “sandubão”, localizada na Av. Brasilia, 841, e que por volta das 01H30Min do dia 05/01/2017(quinta-feira),  chegaram ao local a pé 03 indivíduos e anunciaram o roubo, ordenando que as vítimas entregassem as chaves dos veículos e seus telefones celulares; que 02 autores estavam encapuzados eram magros apresentando ter entre 18 a 20 anos de idade, e que um terceiro autor estava com o rosto descoberto, era gordo, possuía barba cerrada, aproximadamente 1,70 metros de altura, apresentava ter cerca de 25 anos de idade e portava uma arma longa calibre 12; que após os fatos, os autores roubaram um veículo – vw/golf 1.6 sportline,  e evadiram pela BR153 sentido trevão; que as viaturas realizaram acompanhamento visual, e nas proximidades do KM 88 da rodovia BR153, o veículo roubado ocupado pelos autores acabou o combustível e estes vieram a adentrarem em um matagal; que foi realizado buscas e rastreamento pelo local.  Desde então foi montada uma operação de cerco em toda região, com reforço de policiais de outras cidades, Canil, serviço de inteligência, é até do helicóptero Pegasus da PM, e também apoio da Polícia Rodoviária Federal. As buscas permaneceram ininterruptas durante todo esse período de quase 72 horas, para a captura dos marginais e segurança da população da zona rural. Os policiais seguiram o rastro dos autores durante 03 dias e, por várias vezes eles foram avistados mas conseguiam evadir. Foi localizado um acampamento improvisado onde havia uma espingarda calibre 12 e munições.
O cerco foi se fechando e as condições físicas dos marginais foi se deteriorando, devido ao intenso calor, falta de alimento e água potável e aproximação e cerramento do cerco.
Estenuados os marginais tentaram pedir resgate e um veículo Fiat/Uno de cor branca, possivelmente de algum familiar de um dos autores, tentou dar resgate a eles, contudo nosso serviço de inteligência estava monitorando toda rodovia e flagraram o momento em que os marginais saíram na pista da BR para serem resgatados, momento em que foram abordados e presos.
Os autores são da cidade de Ituiutaba e são componentes de uma quadrilha suspeita de vários assaltos a postos de combustíveis na região. Inclusive no posto Pratão e UberPrata.
Foram dezenas de Policiais Militares empenhados nessa operação, em escalas de revezamento, trabalhando arduamente em condições extremas, arriscando suas vidas para realizar seu trabalho e levar esses indivíduos à justiça.

Arma de fogo utilizada pelos autores
Veículo recuperado

Presídio de Frutal enfrenta problemas de superlotação


video
Atualmente local tem 230 detentos; capacidade é para 135.
Problema é uma realidade no sistema carcerário do Estado, diz Seape.

O Presídio de Frutal, no Triângulo Mineiro, está passando por problemas de superlotação. Além do excesso de presos, parentes reclamam da qualidade da comida que é servida no local. A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) falou sobre o assunto.
Em janeiro de 2016, um motim no presídio terminou com um detento foragido, que acabou recapturado em outra cidade. Na época, havia 247 presos no local e hoje são 230. Contudo, a capacidade do presídio é para 135 pessoas.
Esposas de presos, que pediram para não serem identificadas, afirmam que a unidade prisional está superlotada. “Na cela onde o meu marido está, tem 46 presos. Isso é muito ruim. Quando tem visita, eles chegam a colocar cinco detentos para fora. A gente que tem criança sofre. É um excesso muito grande. Eles dormem no chão e mesmo assim é tumultuado”, comentou.
“Uma coisa que suporta 15, está com 40, 45 homens. O calor é grande, tem muita gente, muito homem. Aquilo é muito ruim. Mas as mulheres de vereadores estão tendo regalias. A gente demora de três a quatro semanas para arrumar os papéis. Elas já entraram com os maridos delas com duas semanas lá dentro”, disse outra mulher.
Elas também afirmam que a reclamação sobre a comida no presídio é geral. “Tem muito fubá nessa alimentação, muito angu. As carnes são duras. Às vezes o feijão vem cru. Tem a falta de tempero, sem sal, sem cebola, sem nada”, disse uma delas.
“O meu marido uma vez achou uma porca dentro da marmita. Quase  quebrou o dente. Isso, para mim, é um descaso o que eles fazem com eles”, comentou outra esposa de detento.
Comida no presídio
A empresa responsável pelas refeições informou que fornece 260 marmitas no almoço, jantar, café da manhã e lanche da tarde. Uma funcionária, que também preferiu não ser identificada, diz que a prestação do serviço é prejudicada por atrasos no pagamento pelo Estado. “O Estado ficou devendo para a unidade as notas fiscais de fevereiro até dezembro. De fevereiro a junho foi pago em novembro. E a nota de agosto foi paga em dezembro”, relatou.
A funcionária rebate as críticas sobre a qualidade da comida, mas admite que têm ocorrido mudanças no cardápio. Marcas de produtos foram trocadas e a salada sofreu alteração. “A comida é feita com base no padrão nutricional. A Seds vem aqui, comem e falam que está tudo ótimo. A ideia seria ir mudando de acordo com o que está no contrato, que cada dia seria uma folha diferente. Mas não conseguimos manter este cardápio, por isso, estamos só colocando repolho com algum legume”, afirmou.
Respostas
Ninguém da direção do presídio foi autorizado a gravar entrevista. À produção do MGTV 1ª edição, a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais (Seap) enviou uma nota reconhecendo que a superlotação é uma realidade no sistema carcerário de Minas Gerais e de outros estados e afirmou que vem adotando medidas para disponibilizar mais vagas, mas não detalhou quais são.
Sobre a alimentação dos detentos, a Seap também disse que, caso a secretaria detecte qualquer irregularidade no fornecimento, vão ser tomadas as providências cabíveis, mas também não citou quais.
A respeito do atraso do repasse da verba para a empresa responsável pela alimentação do presídio, segundo o assessor da Seap, Bernardo Rezende,  vão ser apuradas as informações. Mas até a publicação desta matéria, não houve resposta.
Quanto à possível regalia que os vereadores presos estariam tendo, a produção do MGTV entrou em contato com o diretor adjunto do Presídio de Frutal, que nega a informação e diz que eles recebem o mesmo tratamento dos demais detentos.