domingo, 23 de julho de 2017

Homem é morto em bar na madrugada de domingo em Prata


Homem foi esfaqueado em bar, suspeito foi preso
Na madrugada de Domingo, no Bar da Amélia, na rua Cel Emídio  Marques, bairro Cruzeiro do Sul, um senhor de 55 anos de idade foi esfaqueado e morto. A vítima chegou a ser socorrida mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital. O suspeito do crime evadiu do local contudo, após intenso trabalho de levantamentos e rastreamentos, ele foi preso pelas equipes da Polícia Militar.                        Dicas para diminuir os casos de violência nas altas horas em nossa cidade:
 A Polícia Militar não recomenda que pessoas frequentem bares, butecos,  biroscas e similares, durante as madrugadas.

Motorista morre após bater em carreta na BR-153 próximo ao Prata

Carreta tombou e pista ficou interditada por cerca de quatro horas (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)

Carga ficou espalhada na pista que precisou ser interditada por cerca de 4h. Caminhoneiro teve ferimentos leves.

Um motorista morreu na noite desta quinta-feira (20) após bater em uma carreta, no Km 105 da BR-153, próximo ao Prata. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a suspeita é que o carro tenha invadido a contramão.
Ainda de acordo com a PRF, a carreta estava carregada com vinho engarrafado em embalagens plásticas. Houve derramamento do material e a pista ficou totalmente interditada por cerca de 4h, sendo liberada por volta de 22h15. A perícia esteve no local.
O motorista da carreta sofreu ferimentos leves. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).



sábado, 22 de julho de 2017

Ciclista Venezuelano que percorre a América passa pela cidade do Prata



Ricardo Guillén em sua passagem pela cidade do Prata
O ciclista venezuelano, Ricardo Guillén, esteve aqui em Prata, mais precisamente na Rádio Cidade FM, hoje sábdo(22/07) onde espera contar com a solidariedade dos Pratenses para passar o dia, e provavelmente a noite para seguir viagem rumo à Argentina. Ele está hoje dia 22 de julho, sábado no Posto Tabocão na saida para Frutal e as pessoas que o ajudarem com qualquer valor,  ganhará uma foto sua dos lugares onde passou como agradecimento pela ajuda. O dinheiro é para alimentação e para a manutenção da sua bicicleta, onde em conversa com ele, me falou que a bicicleta com todos compartimentos com alimentos, roupas, água, peças de bicicleta para manutenção e a barraca,  a mesma fica como peso em torno de 50 kilos.
Segundo Guillén, há 15 anos ele roda pela América com sua bicicleta e fez da aventura um modo de vida, o venezuelano contou como faz para conseguir levantar algum dinheiro para suprir suas necessidades, o ciclista disse que muitas vezes ele vende fotos dos lugares por onde passou, assim consegue se manter durante suas viagens, além disso conta com a solidariedade das pessoas como espera contar aqui em Prata. Disse que já passou por muitas dificuldades, principalmente para se alimenta, onde alguns lugares, mesmo com muitos alimentos, não conseguiu sensibilizar estas pessoas e não ganhou nenhum alimento, mas nada o fez desistir de seguir seu sonho.
O venezuelano batizou a sua aventura com o nome de “Caminhos da América” e após a sua passagem pelo Prata, seguirá  com destino a Argentina, próximo país a ser visitado nessa nova etapa do Tur pela América. Sucesso amigo Ricardo, que Deus te acompanhe em sua viagem, viagem esta que já tive vontade também de fazer em minha juventude, faltou a coragem que você teve de enfrentar os contratempos pelo caminho como vem acontecendo agora em sua jornada.
Reportagem e fotos: Gil Martins

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Corpo encontrado próximo à Campina Verde é do produtor rural sequestrado na cidade de Ituiutaba

O corpo de um homem encontrado na manhã de hoje (06), em estrada vicinal, na zona rural, próximo ao local conhecido como Comunidade de Bastos no município de Campina Verde, deve ser de produtor rural Cleiton Ferreira Silva, 41 anos, sequestrado na porta da sua residência, na cidade de Ituiutaba na manhã de ontem (05/07).
Investigadores da Polícia Civil bem como o IML e Polícia Militar de Campina Verde estiveram no local e de acordo com informações é que a vítima teria sido executada com pelo menos 9 tiros de arma de fogo, possivelmente pistola 9mm, no peito, na cabeça, estrangulado e carbonizado. 
De acordo com a informações a vítima estava usando uma aliança com o nome da esposa de Cleiton Ferreira.
O caso (informações Pontal em Foco) - O produtor rural Cleiton Ferreira Silva, 41 anos, estava em sua residência, situada no bairro Residencial Drummont, quando, por volta das 8h de ontem (05), acionaram o interfone. Pensando que eram os pintores que estavam trabalhando em sua casa, abriu o portão e se deparou com 3 indivíduos encapuzados que anunciaram o sequestro.
A câmera de segurança de um vizinho captou o momento em que os sequestradores levaram a vítima e, em seguida, o colocaram em um veículo de cor preta, aparentemente da marca Wolksvagem, modelo gol, e seguiram em rumo ignorado.
A esposa, que por estar de resguardo por ter dado a luz há apenas quatro dias, estava em um dos quartos e não presenciou o fato, porém ao ficar preocupada com a demora do marido, foi até o vizinho e pediu para olhar nas câmeras, onde se constatou o sequestro. 

Tribunal cassa diploma de prefeito de Campina Verde

Sentença cabe recurso em instância superior. Fradique Gurita informou que vai recorrer da decisão.

Na sessão desta quarta-feira (5), o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais cassou, por unanimidade, o diploma do prefeito eleito do município de Campina Verde, Fradique Gurita da Silva (PSDB) e do seu vice, Douglas Almeida Barbosa (PSB). Foi reconhecida a inelegibilidade pré-existente ao registro de candidatura, decorrente da rejeição de contas pela Câmara Municipal (art. 1º, I, “g”, da Lei Complementar nº 64/1990), quando Fradique foi prefeito, em 2007. 
A execução da decisão do TRE não é imediata, porque ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral, e, segundo o artigo 216 do Código Eleitoral, enquanto o TSE não julgar o recurso, o diplomado poderá exercer o mandato. 
O Partido Progressista (PP) e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) de Campina Verde apresentaram recurso contra a expedição de diploma (RCED), sustentando que as contas do então candidato foram rejeitadas pela Câmara Municipal em 2013. O registro de candidatura só foi deferido em decorrência de liminar concedida pela Justiça Estadual, suspendendo os efeitos da decisão da Câmara. Porém, em 13 de outubro de2016, aliminar foi revogada, restabelecendo os efeitos do decreto legislativo que desaprovou as contas referentes ao ano de 2007. 
O relator do processo no TRE, desembargador Edgard Penna Amorim, aceitou os pedidos de cassação do diploma, destacando, inicialmente, que “...não atende ao art. 14, § 9º, da Constituição da República, que visa proteger a probidade e a moralidade administrativa, admitir-se que um provimento precário, que é a liminar, possibilite perpetuar no mandato um candidato que já estava inelegível e teve deferido seu registro, apenas por força de uma decisão provisória que lhe resguardava o direito de concorrer a um cargo eletivo”.
E prosseguiu: “Verifica-se que a sugestão de rejeição das contas públicas pelo TCE se deu pela comprovação de que o agente público, ora recorrido, deixou de dotar o setor da educação com o percentual mínimo da receita de impostos na manutenção e desenvolvimento do ensino e da abertura de créditos especiais sem cobertura legal.(...) Na hipótese dos autos, são patentes a irreversibilidade da conduta do agente público, os graves prejuízos imputados aos administrados pela violação do direito indisponível à educação e pela abertura de créditos especiais sem amparo legal, bem como o dolo no cometimento da improbidade administrativa, de modo a incidir a inelegibilidade de que trata o art. 1º, inciso I, alínea “g”, da Lei Complementar nº 64/90.” 
Ao final, o relator concluiu que, como a rejeição das contas ocorreu em 30 de agosto de 2013, Fradique Gurita da Silva está inelegível para as eleições que se realizarem nos oito anos seguintes, contados a partir da data daquela decisão, com inclusão, pois, do pleito de 2016. 
Nas eleições de 2016, Fradique Gurita da Silva obteve 6.113 votos, correspondente a 47,39% da votação válida.
No início da tarde desta quinta-feira (06/07) o Prefeito Fradique Gurita encaminhou, através de sua assessoria,  nota à imprensa informando que vai recorrer da decisão e reafirmando a sua confiança na justiça.

Contas rejeitadas no Triângulo - Fradique Gurita é o terceiro prefeito da região do Triângulo Mineiro que teve o diploma cassado neste ano por inelegibilidade em razão de contas rejeitadas. Em abril, o TSE indeferiu recurso apresentado pelo prefeito de Campo Florido, Ronaldo Castro Bernardes, e considerou o político inelegível pelas contas rejeitadas entre 2003 e 2004, quando era prefeito.
Ronaldo havia sido eleito prefeito da cidade nas eleições de 2016 com 2.713 votos, representando 54,26% do eleitorado. Foram convocadas eleições suplementares e o candidato Renato Soares de Freitas (PSD), o Renatinho, foi eleito no último domingo (2). O novo prefeito foi eleito com 2.671 votos ou 56,39% dos válidos.
Em junho, o TRE-MG deferiu o pedido de cassação do diploma do prefeito de Romaria, João Rodrigues dos Reis (PTB), de 52 anos, e do vice Valdemar Resende Filho (PP). A inelegibilidade do registro de candidatura foi reconhecida em virtude de contas rejeitadas referente ao ano de 2003. Nesse caso, o prefeito também continua exercendo a função até julgamento de recurso do TSE.

Com informações: TRE e G1

Segundo homicídio em três dias é registrado em Frutal

 PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas mesmo realizando manobras de ressuscitação, José não sobreviveu e morreu.

Mais um homicídio registrado nesse final de semana, o segundo em apenas três dias. Desta vez o crime foi no bairro Novo Horizonte, onde um desentendimento entre Valcelho Barbosa, de 28 anos, e José Elias Martins, de 48, terminou em morte. Conforme a ocorrência, os dois bebiam em um bar quando começaram uma discussão. José Elias teria agredido Valcelho com uma garrafada. Após ser ferido, Valcelho teria ido para sua casa em busca de uma arma e voltou ao local, disparando três vezes contra José Elias. Os tiros acertaram o tórax e a região da barriga, próximo ao umbigo, provocando a morte de José Elias.
A PM e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas mesmo realizando manobras de ressuscitação, José não sobreviveu e morreu. Já o autor dos disparos está foragido. A PM term características do veículo em que ele estaria e realiza rastreamentos em sua busca. A Polícia Civil também já foi acionada e está investigando o caso. Aparentemente ambos não têm passagem pela polícia no estado de MG.

Foto: Pontalonline.com


quarta-feira, 5 de julho de 2017

Em decisão liminar, Justiça pede bloqueio de bens de ex-prefeito de Ituiutaba



Luiz Pedro Corrêa do Carmo é ex-prefeito de Ituiutaba (Foto: Reprodução/TV Integração)
Uma liminar concedida pela 1ª Vara Cível da Comarca de Ituiutaba determinou o bloqueio de R$ 704.589,42 em bens do ex-prefeito da cidade, Luiz Pedro Corrêa do Carmo.
A decisão é parte de uma ação de improbidade administrativa que questiona o uso de verba estadual destinada à Secretaria Municipal de Saúde durante o mandato do chefe do Executivo, em 2010. Uma fiscalização feita em 2016 não conseguiu identificar onde o recurso foi aplicado. O ex-prefeito ainda pode recorrer da decisão.
A assessoria de Carmo enviou uma nota nesta terça-feira (4) informando que ele não foi intimado e, portanto, não se pronunciaria sobre o caso.
De acordo com o procurador do município, Alessandro Martins, a verba, no mesmo valor do bloqueio de bens, foi repassada pelo Estado para a compra de equipamentos para o pronto socorro da cidade. Macas e aparelho de raio-x estavam entre os objetos firmados pelo convênio.
"Em fins de 2016 (setembro, outubro), os fiscais do Estado de Minas Gerais não localizaram os equipamentos oriundos desse convênio realizado em 2010. Em virtude disso, fez um auto de infração, dando defesa ao município. Sendo infrutífera a defesa, foi gerada a devolução, numa multa, para que devolvesse todo o dinheiro desse convênio, que na época era R$ 704 mil e, em valores de hoje, dá mais de R$ 1 milhão", explicou Martins.
Ao assumir, no início de janeiro, a atual administração começou a ser cobrada pelo Estado para devolver o recurso e por isso decidiu mover uma ação contra o mandato anterior, pelo qual Luiz Pedro Corrêa do Carmo responde. A ação ainda pede a condenação de Carmo por improbidade administrativa e desvio de finalidade de recursos públicos.
Em nota, a assessoria do ex-prefeito informou nesta terça-feira (4) que ele não havia sido intimado e, portanto, não se pronunciaria sobre o caso.
"É importante salientar que, assim que for intimado, [o ex-prefeito] vai protocolar sua defesa e acompanhar o curso, natural, do processo. É de interesse do ex-prefeito esclarecer os fatos e provar sua inocência de mais esta acusação", conforme o texto.


Vereador denuncia concessionária da BR-262 por quebra de contrato



Duplicação da rodovia entre Uberaba e Nova Serrana é uma das obrigações da concessionária que não foram cumpridas até agora
Ontem (4/7), o vereador Kaká Carneiro (PR) protocolou representação contra a Triunfo Concebra no Ministério Público Federal (MPF). O documento acusa a concessionária de quebra de contrato, por não ter feito todas as melhorias na rodovia BR-262, a qual administra, dentro do prazo estipulado no acordo.
A representação, assinada pelo vereador e pelo advogado Adriano Salge Pereira, ressalta que, em três anos à frente da administração da rodovia, uma série de benfeitorias previstas no contrato assinado em 31 de janeiro de 2014 ainda não foram realizadas pela concessionária. O vereador reforça que, assim que assumiu as BRs-060, 153 e 262, a Triunfo Concebra instalou várias praças de pedágio, conforme previsão legal.
Em contrapartida, a concessionária deveria cumprir um cronograma de obras para melhorias de trechos das três rodovias. Entre as obrigações está a duplicação de 647,8 quilômetros nas BRs-153 e 262. Outros 528,7 quilômetros concedidos já estão duplicados. Nos cinco primeiros anos, deverão ser implantadas 84 interseções, 38 passarelas e 11 melhorias em acesso, além de 36,5km de vias marginais em travessias urbanas.
Nesse período, a Triunfo deverá efetuar intervenções estruturais no pavimento e melhorias na rodovia. Trata-se de reparos e acostamento, adequação da sinalização, recuperação dos elementos de segurança, pontes, viadutos e drenagem, tratamento da faixa de domínio, estudos de acidentes, entre outras. Até o final deverão ser implantadas 16 interseções, seis passarelas, duas melhorias em acesso, além de seis quilômetros de vias marginais e um contorno de 30 quilômetros em Goiânia. Além de investir na recuperação, na manutenção e na conservação das rodovias e implantar terceiras faixas em pista duplicada conforme o tráfego.
Porém, em junho, a concessionária procurou a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) pedindo apoio para adiar o cronograma de obras previsto no contrato devido a atrasos causados pelo não-cumprimento de obrigações por parte do governo federal. Cerca de 13 dias depois do pedido, foi publicado no Diário Oficial da União uma autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para o reajuste de cerca de 20%, em alguns casos, no valor do pedágio, o que, para o vereador Kaká Carneiro, é ilegal, em virtude dos atrasos no cumprimento do contrato.
Procurada pela reportagem do JM, a Triunfo Concebra informou por meio de nota que não tem conhecimento do conteúdo da representação do vereador no Ministério Público Federal e que a concessionária aguarda ser notificada para se manifestar.

Homem é morto em bar na madrugada de domingo em Prata

Homem foi esfaqueado em bar, suspeito foi preso Na madrugada de Domingo, no Bar da Amélia, na rua Cel Emídio  Marques, bairro Cruzeiro ...